Doação de medula óssea: esperança aos portadores de leucemia

Leucemia é o nome do conjunto de cânceres que atingem os glóbulos brancos do sangue, comprometendo o sistema de defesa do organismo

Nós sabemos que não é fácil falar de doenças, principalmente sobre câncer, seja qual for. Por isso, existem várias campanhas de conscientização e combate para que todos possam saber mais sobre este tipo de doença. O mês de fevereiro, por exemplo, tem como um dos destaques no setor de saúde, a questão da leucemia, tipo de câncer no sangue que começa na medula óssea, atacando os glóbulos brancos. Segundo a ABRALE, Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia, no Brasil, atualmente a leucemia é o 9º câncer mais comum entre os homens e o 11º entre as mulheres. E a estimativa do Instituto Nacional de Câncer é de 10. 800 novos casos ao ano. De acordo com o INCA, Existem mais de 12 tipos de leucemia, sendo que as quatro principais são a leucemia mieloide aguda (LMA), leucemia mieloide crônica (LMC), leucemia linfocítica aguda (LLA) e leucemia linfocítica crônica (CLL).

Forma aguda e crônica

A leucemia, assim como outras formas de câncer possui vários tipos e a leucemia pode ter a forma aguda ou crônica. Na aguda, as células se multiplicam rapidamente provocando a morte das células saudáveis na medula óssea e sangue. Com isto, o paciente apresentará sintomas como intensa palidez, febre, dor óssea e sangramento cutâneo (hematomas no corpo), e se não tratado, virá a óbito em poucas semanas. Na forma crônica, as células se multiplicam lentamente e os sintomas podem demorar muitos meses para aparecerem. Esta forma também requer diagnóstico e tratamento específico, mas os sintomas são menos intensos. O médico Dráuzio Varella enfatiza em seu blog https://drauziovarella.uol.com.br/ que mesmo tratada, a doença pode voltar e por isso, mesmo quando se consegue a remissão completa da doença (ou seja, quando não é possível mais detectar células tumorais no sangue), é fundamental manter acompanhamento médico — muitas vezes por toda a vida — com visitas regulares que vão variar de periodicidade dependendo de cada caso.

Principais sintomas da hemofilia

Os primeiros sinais geralmente aparecem quando a medula óssea deixa de produzir células sanguíneas normais. Veja os principais sintomas:

  • Anemia
  • Fraqueza
  • Cansaço
  • Sangramentos nasais e nas gengivas
  • Manchas roxas e vermelhas na pele
  • Gânglios inchados
  • Febre
  • Sudorese noturna
  • Infecções
  • Dores nos ossos e nas articulações
  • Diagnóstico precoce

    Descobrir o câncer o mais cedo possível possibilita o tratamento. E isso pode ser feito por meio de exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos, de pessoas com sinais e sintomas sugestivos da doença (diagnóstico precoce), ou com o uso de exames periódicos em pessoas sem sinais ou sintomas (rastreamento), mas pertencentes a grupos com maior chance de ter a doença.

    Doença requer muitos cuidados

    A exemplo de outras doenças, o diagnóstico de leucemia é um momento delicado, principalmente para a família da pessoa recém-diagnosticada. Nestas horas, toda ajuda é bem-vinda, quer seja física ou psicológica. É um dos apoios é manter amigos e familiares próximos, pois, os relacionamentos irá ajudar a lidar com a leucemia. Eles podem servir de apoio emocional quando você se sente sobrecarregado pelo câncer.

    Transplante, uma esperança

    O transplante de medula óssea é um tipo de tratamento proposto para algumas doenças que afetam as células do sangue, como as leucemias e os linfomas. Consiste na substituição de uma medula óssea doente, ou deficitária, por células normais da medula óssea, com o objetivo de reconstituição de uma nova medula saudável. Hoje, já existem mais de 25 milhões de doadores cadastrados em todo o mundo. No Brasil, o REDOME promove a busca de doadores no Brasil e nos registros estrangeiros. Somente em Goiás, foram cadastrados 22 mil doadores no ano de 2018. O Brasil está entre os cinco maiores bancos de doação de medula óssea. http://redome.inca.gov.br/

    DICA: A Ycare possui uma equipe multiprofissional formada por médicos, enfermagem, fisioterapeutas, entre outros.

    Atendimento domiciliar

    Embora seja um momento difícil é importante que o paciente cuidar de si mesmo, não apenas do câncer. Além do apoio familiar, outra alternativa é contratar um serviço de home care que esteja apto a cuidar do paciente neste período. Sabemos que é um momento de muita dor e de uma mudança brusca na vida de todos e a família pode não estar preparada para assumir o cuidado, necessitando de profissionais capacitados. A Ycare possui uma equipe multiprofissional formada por médicos, enfermagem, fisioterapeutas, entre outros, treinada para atender este tipo de acompanhamento à disposição 24 horas por dia, todos os dias da semana, suprindo inclusive, finais de semana e período noturno, oferecendo melhoria da qualidade de vida das famílias, promovendo, fortalecendo e mantendo o bem-estar do paciente, no domicílio desde a administração de medicação, curativos, medicamentos, agendamento de consultas ou coordenação de cuidado. O suporte a estes familiares no período de enfrentamento da doença garante segurança e maior conforto ao paciente e a A Ycare Home Care tem como diferencial profissionais, cuidando de seres humanos.

    Quer saber mais sobre os nossos serviços

    Entre em contato conosco!

Saúde com o conforto do seu lar

Jundiaí - SP – Av. Pedro Blanco da Silva, 729 - Jd. Santa Adelaide - 11 4523.0198 / 4523.0199

Americana - SP – Rua Peru, 636 – Sala 101 – 1º andar - Santo Antônio - 19 3648.6406

email: contato@ycarehomecare.com.br